Alguns segredos sobre a perda de peso que você não conhecia

Os Genes, os desequilíbrios hormonais e até mesmo os vírus são agora reconhecidas para desempenhar um papel na obesidade. Comer menos e trabalhar mais, na verdade, não têm muito a ver com a perda de peso, como você pode supor. Isso tudo é o contado para  que as pessoas pensam que sabem. Você pode ver a obesidade, por isso é fácil de dizer 'Bem, essa pessoa não deve estar tentando emagrecer. Ele deve ser preguiçoso.' Mas que muitas vezes não é o caso.

A nossa equipe com grande avidez os consultou os estudos mais recentes, entrevistou os clínicos mais bem sucedidos no assunto e na ciência e ouviu a experiência real de homens e mulheres que lutam para manter seu peso. Aqui o mais recente é o pensamento por trás da obesidade que revela segredos muito inesperados

A relação genética é verdadeira

Os cientistas descobriram por meio de ratos mais gordinhos que o genoma humano pode ter aumento de vulnerabilidade à diabetes tipo 2 e quando isso acontece as pessoas com duas cópias do gene foram 50% mais propensos a ter diabetes e 60% mais de chances de ser obesos do que os não obtinham. Aqueles com apenas uma cópia do que o gene pensavam mais também.

O máximo de 16 por cento da população possui duas cópias do gene FTO, e metade de nós tem uma cópia, ou seja,  tudo faz crer que as pesquisas fazem sentido. Até agora, os cientistas suspeitam que a obesidade promove genes de dupla fita. Fazer exercícios regulares pode ser suficiente para garantir que a propensão se esvaia.

Algumas pessoas tem somente mais células gordurosas


Algumas pessoas tem o dobro de células de gordura. São simplesmente células que acumulam mais gordura sem algum fato que a leve a isso necessariamente. 



Share on Google Plus

About Jornal Meu Paraná

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário